fbpx

Redes sociais: Como gerenciar as da sua empresa de maneira eficiente

marketing de conteúdo para e-commerce
Marketing de conteúdo para e-commerce | Como vender mais
25/04/2019
atendimento de qualidade
17 Tópicos para um atendimento de qualidade
07/05/2019

Redes sociais: Como gerenciar as da sua empresa de maneira eficiente

redes sociais
 

Saiba quais são os cinco passos que precisam basear o gerenciamento das redes sociais de sua empresa

Ao contrário do que pensam aqueles que acreditam que o gerencimento de redes sociais se faz tão e somente através de publicações aleatórias e impulsionadas sem fins específicos, monitorar perfis no Facebook, no Instagram, no Google Plus ou até mesmo no Linkedin demanda, sim, algumas ações exclusivas.

Uma das primeiras e principais delas, aliás, diz respeito à periodicidade de publicações. Isso porque, quanto mais bem definida for esta periodicidade, melhor para a visibilidade de sua empresa.

Na prática, pode-se afirmar sem qualquer tipo de dúvida que é comum que esta questão inerente à periodicidade se faça por vezes atrelada a aplicativos exclusivos de programações de publicações.

Embora aparente ser desnecessário, é exatamente este o tipo de atalho que impede que você tenha de estar de frente para a tela do computador em plena noite de sábado ou domingo.

Ainda em primeiro plano, também cabe ressaltar que a escolha do profissional apto a representar as redes sociais de sua empresa deve passar e muito por seu perfil institucional.

Isto é, caso seu negócio tenha diretrizes diretamente ligadas ao universo formal, este profissional deverá imprescindívelmente possuir tal característica.

Como não poderia deixar de ser, a recíproca nos casos que permitem uma maior informalidade também é verdadeira.

Por todas estas razões, acaba se fazendo comum que sejam alguns – cinco, mais exclusivamente – os passos aptos a conferir base para um gerenciamento de redes sociais moderno e eficiente. Conheça-os:

Antes de tudo, saiba quais são os canais em que a sua empresa deve estar presente

As tecnologias avançaram e, com elas, naturalmente as redes sociais trilharam o mesmo caminho.

O resultado disso? Cada vez mais aplicativos e atalhos destinados à comunicação entre pessoas físicas e, por que não, entre pessoas físicas e pessoas jurídicas (ou simplesmente empresas).

Por isso – e para que você tenha a plena convicção de que investiu na “rede social certa” – , não há maneira melhor de descobrir esta informação do que testando. Isso mesmo, testando.

Para isso, lhe vale recordar que algumas destas redes sociais, como o Facebook, por exemplo, são mais abrangentes. Outras, a exemplo do Linkedin, são mais restritas.

De toda e qualquer forma, a constatação que se pode chegar neste momento é uma só: você deve estar presente na mesma rede social de sua persona (ou de seu público-alvo).

Definição da estratégia

Após saber quais são as redes sociais as quais a sua empresa deve estar presente, é chegada a hora de você estabelecer uma estratégia real para o seu posicionamento institucional em cada uma delas.

Na prática, é comum que esta estratégia esteja, por que não, atrelada aos mais diversos objetivos. Dentre eles, são quatro os que se destacam com o mais absoluto dos protagonismos. Conheça-os:

  • Criação de uma espécie de “comunidade-fã” de sua empresa;
  • Vendas diretas;
  • Educação por meio do disparo de conteúdos;
  • Divulgação pura e simples de sua marca.

Em todos os casos, a diretriz que você deve levar em consideração é uma só: acima de qualquer detalhe, compreenda que a criação de uma fanpage em uma rede social deve ser a porta de entrada para a comunicação direta com os seus clientes e eventuais parceiros.

Materiais aptos a serem publicados

Caso esteja se perguntando: “ok, mas o que é que mais especificamente eu posso/devo publicar nas redes sociais da minha empresa?”, saiba que você não está sozinho.

Neste caso, no entanto, a resposta é simples: tudo vai depender do objetivo que você traçou anteriormente.

Isto é, caso os seus objetivos estejam diretamente ligados à conquista de leads e/ou novos clientes, é mais do que necessário que você consiga muní-los com conteúdos de relevância.

Para isso, posts do blog de seu site ou materiais ricos podem ser disparados com uma certa (e pré-determinada) frequência.

Em termos de exemplos, são primordialmente três as mídias que podem ser apostadas por você neste contexto:

  • Webinars;
  • Vídeos;
  • E-books.

Em algumas ocasiões mais específicas, você também pode estender este leque de possibilidades para os posts em alusão às datas comemorativas. Para isso, são mais uma vez os aplicativos de agendamento de publicações que podem lhe auxiliar e muito!

Horários e interações

O quarto passo do moderno e eficiente gerenciamento de suas redes sociais pode ser tranquilamente classificado como um “combo de duas dicas em uma só”.

Isso porque ele envolve horários e perfil de interações a fim de associar ambas as frentes em um só intuito: o seu crescimento corporativo no campo virtual.

Com relação aos horários que devem servir de base para as suas publicações, infelizmente não há uma regra fechada para definí-los. Ou seja, mais uma vez você precisará testar as publicações de conteúdos equivalentes ou similares em diversas horas do dia.

Isto é, independentemente de você apostar em promover suas publicações às 9h, às15h ou às 21h, a conclusão desta atividade deve resultar em um só fato: você precisa publicar nos momentos em que a sua persona está de fato on-line na rede social em questão.

Para isso, plataformas especializadas como o Facebook Insights, por exemplo, podem vir a ser mais do que simples aliadas de suas métricas.

Já no que tange ao perfil das interações que sua marca deve promover em cada rede social em que marca presença, vale reforçar o que já afirmamos anteriormente: uma vez que sua empresa possui um perfil mais sério ou formal, não lhe é recomendado apostar em interações com .gifs, memes ou imagens engraçadas.

Por outro lado, caso seu posicionamento mercadológico real permita este tipo de abordagem, aí sim você pode usar e abusar de emoticons, emojis e de outros métodos de interação de mesmo ou equivalente enfoque.

Análise de métricas e resultados

O que diferencia um monitoramento de redes sociais amador de um gerenciamento profissional passa e muito por uma análise fria das métricas e dos resultados colhidos nas ações.

Isto é, quanto melhor e mais detalhada for esta sua mensuração de dados (que normalmente se faz baseada em aplicativos/aparatos de T.I. específicos), melhor tenderá a ser a sua experiência no Facebook, no Twitter, no Linkedin ou em qualquer outra rede social.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *