fbpx

Fidelização de clientes – É bem mais barato do que trazer novos

vendas mobile
Vendas mobile | O mundo está na palma da sua mão
12/02/2019
presença digital
Presença digital: quem não é visto, não é lembrado!
18/03/2019

Fidelização de clientes – É bem mais barato do que trazer novos

fidelização de clientes

fidelização de clientes

 



Fidelização de clientes!

Estatísticas comprovam: clientes assíduos representam 65% das vendas de uma empresa. Fidelize os seus!

Foi-se o tempo em que a oferta de produtos ou serviços de alta qualidade representava algo consolidado o suficiente para angariar novos clientes ou, melhor ainda, manter os atuais.

Isso por que, atualmente, as pessoas – de uma forma bastante generalizada, é bom que se diga – buscam ir além com relação à superação de suas expectativas.

Isto é, o comprador contemporâneo não deseja se surpreender apenas no que diz respeito à eficácia de um determinado produto ou serviço recém-adquirido, já que ele também busca se sentir satisfeito com relação ao atendimento que recebe.

É a tal da “experiência de compra” se fazendo (mais uma vez) protagonista.

Sendo assim, faremos questão de, a partir de agora, enumerar alguns tópicos que deverão fazer com que você acredite na máxima de que fidelizar os clientes atuais de sua marca ou empresa pode, sim, vir a elevá-la de patamar. Confira:

1. Encante seus clientes e faça com que eles representem verdadeiros porta-vozes de sua marca

Não há como negar que, nos tempos atuais, poucos diferenciais são capazes de promover melhor a sua empresa do que a criação de uma espécie de “exército de porta-vozes”.

Na prática, vale lembrar que a criação deste aglomerado de fãs de seus produtos e/ou serviços somente se faz palpável a partir do momento em que você prioriza seus processos de encantamentos.

Partindo-se do princípio de que é justamente a partir daí que alguns compradores passarão a disseminar a boa imagem de sua marca, também vale salientar que manter um cliente fiel (que normalmente responde por até 65% das vendas de uma empresa) pode ser até cinco vezes mais barato do que conquistar um novo comprador.

2. Compreenda o poder do médio/longo prazo e se adeque a ele!

Quando o assunto trata da fidelização de clientes, passa a ser óbvio que algumas condutas precisam se fazer compreendidas e obedecidas.

Uma delas, por exemplo, é representada pelo poder do médio/longo prazo, diferencial este que em praticamente todas as suas frentes se associa ao fator do “encantamento” dos clientes de sua marca (servindo de base para ele, na realidade).

Ainda neste contexto, vale ressaltar que, sobretudo nos tempos contemporâneos, não há produto ou serviço de alta qualidade que não possa ser copiado. Portanto, a empresa que investe em um tratamento diferenciado e preza de fato por esta condição normalmente larga na frente da concorrência.

Mais: se esta informação não se bastasse por si só, também pode-se afirmar que este tipo de relacionamento também se caracteriza por ser construído a médio e longo prazo.

Ou seja, se existe algum vilão por trás da conquista da fidelização de clientes, este vilão é o imediatismo. Isso por que em tempos em que a concorrência – de maneira generalizada, é bem verdade – se faz cada vez mais intensa, se diferenciar no sentido de ultrapassar os limites da satisfação pessoal do comprador se caracteriza como um destaque mercadológico mais do que necessário a ser alcançado por sua corporação.

3. Personalize o atendimento a seu cliente e o mantenha sempre no radar

Se pudesse ser definido em poucas palavras, o atendimento ao cliente poderia ser descrito como um dos diferenciais menos perenes dentro de uma empresa, já que praticamente todo o restante das atividades corporativas pode, por que não, vir a ser reproduzido pela concorrência.

Além disso, o tal do “atendimento customizado ao cliente” também deve ser pautado em algumas diretrizes práticas.

Estas, por suas vezes, devem se responsabilizar por diferenciar um atendimento de alta qualidade de outro que não se preocupa com tais condições.

Conheça, portanto, alguns pontos cruciais por trás desta teoria:

  • Pode ser considerado um atendimento diferenciado toda tratativa que se inicia a partir do treinamento da equipe de vendas, que por sua vez deve suprir as necessidades dos clientes exatamente da maneira com as quais eles gostariam de serem atendidos;
  • Uma equipe de vendas eficaz não é aquela que insiste no atendimento que acredita ser o melhor para o cliente, mas sim é aquela que capta os sinais oferecidos pelo futuro comprador e, a partir daí, embarca em suas principais necessidades e preferências;
  • Sensível, o vendedor também precisa por vezes calar seus pensamentos, focando mais no ouvir e no “se colocar no lugar” de quem está adquirindo seu produto ou serviço;
  • Por fim, mas não menos importante por conta disso, também se faz válido reforçar o poder da abordagem trabalhada pelo vendedor. Esta, por sua vez, deve se apresentar como mais ou menos agressiva justamente a partir das respostas dadas pelo cliente (feedbacks estes que podem ser oferecidos pessoalmente, via on-line, via telefonema e assim por diante).

4. Entenda o que é a pirâmide invertida e tenha justamente nela o ponto alto da fidelização de seus clientes

O cliente se encontra no topo e, também por conta disso, todos os maiores esforços trabalhados dentro de uma empresa se fazem a ele destinados.

Mais abaixo, encontram-se os vendedores e todos aqueles profissionais que lidam corriqueiramente com este comprador.

Por último, existem os líderes e gestores, que por suas vezes têm a incumbência de oferecer o suporte necessário para a solidificação e para a consequente sustentação de todo este sistema.

Se pudesse ser definida de maneira relevantemente simplista, seriam estas as palavras responsáveis por representarem a pirâmide invertida voltada à fidelização de clientes.

Embora aparente ser algo superficial ou de baixíssima geração de resultados, esta sistemática pode, sim, conferir apoio para a definição da cultura empresarial do bom atendimento, que no campo prático ainda pode se pautar em diferenciais como os descritos a seguir:

  • Reconhecimento do valor de ferramentas como SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente);
  • Ouvidoria;
  • Pesquisas de mercado;
  • Segmentação em marketing.

5. Ofereça um tratamento VIP a seus clientes mais assíduos e os monitore em tempo integral

Já que os clientes fiéis podem representar até 65% do faturamento de sua empresa, não há como deixar de reforçar que eles merecem, sim, um tratamento mais do que diferenciado (ou simplesmente VIP).

Por isso, sempre procure destinar newsletters exclusivas e cupons de descontos diversos a eles.

Se possível, estenda esta condição às vantagens que somente um clube de fidelidade próprio pode oferecer. Você não irá se arrepender!



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *