fbpx

Cultura Organizacional: incorpore em sua empresa e colha os benefícios

compra de mídia
Compra de mídia – como acelerar os seus resultados online
17/10/2018
storytelling
Era uma vez… | Storytelling: venda mais contando histórias
07/11/2018

Cultura Organizacional: incorpore em sua empresa e colha os benefícios

atendimento de qualidade

atendimento de qualidade

 

Cultura Organizacional: A maior aliada de um líder. 

Enquanto um empresário que busca alcançar o mais positivo sucesso corporativo, você já deve ter ouvido falar a respeito das empresas que contam com um bom ambiente de trabalho, não é mesmo?

O que você não deve saber, por outro lado, é que a construção de um espaço prazeroso passa em muito pela moldagem de uma cultura organizacional eficiente.

Aliás, será justamente esse – cultura organizacional – o tema desse nosso breve, mas fundamental artigo.

Se você está pronto para conhecer alguns detalhes e informações práticas a respeito desse assunto, aperte os cintos, pois o conteúdo está só começando!

Motivação

É simplesmente impossível tratarmos das condições e características que existem por trás do conceito de cultura (ou clima) organizacional sem que antes possamos abordar os meandros da motivação.

Motivação, nesse caso, em tudo tem a ver com individualismo profissional.

Isto é, embora muitas empresas acreditem contar com um positivo ambiente de trabalho e, mais do que isso, creem obter um clima organizacional consolidado, nem sempre é dessa maneira que a situação se reflete no campo prático.

Prova disso são os funcionários que, uma vez desmotivados, passam a lutar tão e somente pelos seus próprios interesses – e não em prol da instituição como um todo.

Com isso, o “positivo ambiente competitivo” dá lugar a um dia a dia que se apresenta como prejudicial para a empresa em si.

O conceito de cultura organizacional

Por definição, cultura organizacional nada mais é do que a integração de todos os fatores capazes de nortear não somente o clima, mas também a conduta propriamente dita de uma corporação.

Confira alguns exemplos de itens que, neste caso, são englobados pelo conceito de cultura organizacional:

  • Hábitos;
  • Símbolos;
  • Comportamentos;
  • Políticas;
  • Sistemas;
  • Jargões.

Isto é, em termos de criação de comportamentos e mentalidade dos membros, poucos complexos são capazes de contribuir mais para uma determinada instituição do que o clima organizacional.

Por se tratar de um conceito amplamente abrangente, a cultura organizacional termina de se apresentar enquanto um sistema que precisa ser dotado de uma espécie de “idioma próprio”.

A partir disso, algumas práticas benquistas não só pelos colaboradores, mas também pelo mercado como um todo, poderão passar a balizar toda e qualquer ação realizada pela instituição.

A importância da liderança e da “repetição da cultura” em uma periodicidade definida

Para que a cultura organizacional de sua empresa se apresente como eficaz em termos práticos e de resultados, é imprescindível que sua moldagem seja comandada pelos líderes de cada um de seus setores.

De tal modo, a padronização nas condutas passará a ser regular e constante, fazendo com que sua empresa venha a evoluir em diversos aspectos práticos, econômicos e por que não de identidade propriamente dita.

A definição dos objetivos e seu valor no dia a dia corporativo

Definir os objetivos de sua empresa a curto, médio e longo prazo é tão chave quanto compartilhar essas mesmas informações com todos os colaboradores que integram o seu time profissional.

Isto é, a partir do momento em que você altera uma ou outra rota de seus negócios e/ou campanhas, toda a equipe deve ser comunicada.

Embora aparente ser algo simplista, é muito através de gestos como esse que uma equipe passa a caminhar de maneira mais una e remar para o mesmo lado.

Nessas situações, são mais uma vez os líderes e/ou os chefes de departamentos que devem conduzir as conversas com seus comandados de maneira periódica (seja ela baseada em reuniões diárias – sobretudo no início do processo, semanais ou mensais).

Contratação

A partir do momento em que sua empresa passa a contar com um clima organizacional devidamente consolidado e aprimorado, suas diretrizes devem ser estendidas para todos os setores de seu negócio.

Um dos principais deles, inclusive, é representado pelo sistema de contratação.

Ou seja, nenhum candidato que não contemple o perfil traçado pela cultura de sua empresa deverá ser contratado, pois, do contrário, seu sistema pode começar a ruim sem que, em contrapartida, você tome conhecimento da fragilidade que permeia essa condição.

No campo prático, portanto e por outro lado, é também o departamento de Recursos Humanos (popular RH) que precisa estar devidamente alinhado com essas práticas.

A partir de um perfil positivamente traçado, as chances de contratações inadequadas diminuem.

Ainda nesse cenário, cabe destacar que de nada adianta contar com um dos profissionais mais renomados de seu segmento em seu time se, por outro lado, ele não cumpre o que cultua o sistema organizacional de sua corporação.

Ou seja, é a “moldagem” e a “filtragem” de cada colaborador que deve auxiliar na construção da cultura empresarial – e não o contrário.

Criar uma cultura organizacional não é passe de mágica: é estruturação de processos!

Embora muitos profissionais acreditem que a criação de uma cultura organizacional corporativa não passa de um passe de mágica, os estudos e as análises científicas referentes a esse universo apontam justamente o contrário e concluem que, na realidade, clima organizacional nada mais é do que uma estruturação de processos.

Além de se apresentar enquanto um sistema que age “de dentro para fora”, isto é, que em primeiro plano atinge o âmbito interno da corporação para que somente na fase seguinte o seu público-alvo seja devidamente afetado, a cultura organizacional também se destaca por ser um elemento-chave para todo e qualquer objetivo traçado pela instituição (seja ele de curto, médio ou longo prazo).

De modo a encerrarmos esse artigo com chave de ouro, também cabe salientar que é somente através de uma cultura empresarial bem definida que gestos como demissões inesperadas, contratações emergenciais e adequações em tempos de crise passam a ser tratados como eventualidades de simplificadas soluções.

Portanto, caso você seja proprietário, gerente ou colaborador de um empreendimento e sente a necessidade de o melhorar em termos de organização, perfil e identidade propriamente dita, não hesite: procure implementar uma cultura organizacional em seu dia a dia profissional agora mesmo!

Contar com a ajuda de uma consultoria na implantação de uma Cultura Organizacional pode ser uma ótima solução para ser mais assertivo no processo. 

 

 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *